Medicina Esportiva

Medicina Esportiva é a especialidade que cuida do individuo como um todo, sendo o exercício físico e o esporte as ferramentas analisadas e utilizadas para a melhora da saúde, qualidade de vida e desempenho esportivo. 

A atuação do médico do esporte é muito ampla e envolve o conhecimento de todas as áreas da medicina, desde avaliações cardiológicas, ortopedia, metabólicas até sistema imunológico e qualidade do sono. Ainda atua com enfoque na fisiologia do exercício, avaliação pré-participação esportiva e combate aos principais fatores de risco (hipertensão arterial, dislipidemia, sobrepeso/obesidade, sedentarismo, etc). 

Uma forma prática de entender o papel da medicina esportiva é dividi-la didaticamente, em duas formas: Medicina do Exercício e Medicina do Esporte.

No primeiro, o cuidado é direcionado para pessoas que já praticam ou desejam iniciar a prática de exercícios como quesito para qualidade de vida. Exemplos: fortalecimento muscular como tratamento coadjuvante de dores e inflamações ortopédicas; na prevenção de perda de massa magra em idosos, diminuindo o risco de quedas; controle de doenças como a obesidade, hipertensão arterial, diabetes e dislipidemia. Já a Medicina do Esporte está relacionada à atletas e paratletas, amadores e profissionais, que desejam melhorar a performance esportiva e ter um especialista cuidando de sua saúde.

O médico do esporte atua ainda como gestor de saúde do indivíduo, especialmente em atletas. O cuidado com o paciente e a comunicação com todos os profissionais envolvidos é fundamental para sua saúde e desempenho esportivo. Além disso, há o papel do “team physician” ou médico de campo, profissional que pode observar diretamente os mecanismos de lesões, acompanhar as condições músculo esqueléticas e metabólicas na temporada do atleta.

Todo indivíduo que queira se submeter à atividade física e, principalmente, a esportes em nível competitivo, deve realizar uma avaliação com um médico do esporte, passando por um rigoroso exame clínico e exames complementares para obter amplo diagnóstico de seu estado de saúde.

Passando por esta avaliação geral inicial podem ser feitos alguns testes. Os testes da fisiologia do esporte são importantes ferramentas para tomada de decisões e determinantes para definir alterações no programa de treinamento durante uma temporada. Estes possibilitam medir o desempenho de uma característica física específica ou formar um perfil fisiológico para um grupo ou um indivíduo. 

Testes e avaliações periódicas permitem a atualização da evolução física do atleta e devem ser realizados em uma periodização pré-estabelecida.

Os testes devem ser selecionados considerando o sistema energético da modalidade, movimento específico, estágio de treinamento, idade e sexo. Ex.: Em um maratonista, predomina a resistência aeróbia; em um velocista ou saltador, a potência muscular; já no futebol, os três metabolismos energéticos estão envolvidos na prática. As especificidades acima descritas devem ser avaliadas na primeira consulta com o médico do esporte.

No Brasil, menos de 10% da população realiza atividades físicas de forma adequada. Uma avaliação médica esportiva apropriada e exames complementares são importantes para que o técnico saiba adaptar a rotina de exercícios às limitações do corpo do atleta. Dependendo do resultado clínico, o individuo pode até mesmo ser considerado inapto de realizar a atividade pretendida. Por exemplo, se for diagnosticado algum problema cardíaco ou hipertensão, este individuo deverá fazer um tratamento específico para o seu problema para depois ser liberado.

Caso você pretenda iniciar uma atividade física, dê o primeiro passo correto, procurando um médico do esporte. Assim será proporcionada a você a melhor forma de avaliar seus limites, identificar possíveis riscos de doenças silenciosas e suprir seu técnico de parâmetros para construir a melhor de forma de treinamento e alcançar melhores resultados.

Quem deve procurar o médico do esporte?

A Medicina Esportiva é para TODOS! Ela abrange todas as faixas etárias (crianças, adolescentes, adultos e idosos) e níveis de atividade física (sedentários, iniciantes, praticantes e atletas). 

Essa especialidade trabalha em busca da melhora da qualidade de vida do indivíduo, seja pela promoção de saúde ou performance esportiva. 

O médico do esporte deve ser procurado e poderá auxiliar em várias situações como:

• Sedentários que desejem iniciar uma atividade física, exercício físico ou esporte;

• Orientações diversas a praticantes de exercício físico, esporte amador e profissional;

• Pessoas que desejam controlar ou diminuir o seu peso e ter uma melhora na sua composição corporal (massa magra x gordura);

• Procura por aumento da disposição e qualidade do sono;

• Orientação no uso de suplementos esportivos que possam causar impacto na saúde e performance;

• Idosos que necessitem de abordagem na perda de massa magra e prevenção de quedas;

• Indivíduos que queiram melhora do desempenho esportivo.

• Praticantes de atividade física que necessitem Atestado Médico para a prática esportiva (aptidão à prática esportiva ou para competições);

• Realização de check-up da saúde (avaliação da condição de saúde atual do indivíduo);

• Uso do exercício físico como tratamento coadjuvante de doenças (exemplos: dores nas articulações, obesidade, ansiedade, depressão, diabetes, hipertensão arterial, dislipidemia, etc.);

• Pessoas que desejam ter a prática esportiva como estilo de vida;

• Orientação sobre o equilíbrio entre a alimentação e a prática do exercício físico/esporte;

• Melhora do desempenho esportivo.

• Prevenção e tratamento de lesões ortopédicas agudas e de repetição;

• Auxílio no controle da carga de treinamento e o impacto na saúde;

• Melhora da qualidade de vida.

Clair Azzolini Filho
Médico do Esporte
CRM-PR 24149
RQE 18809
Instagram: @clair_azzolini_filho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *