Endometriose

É uma doença caracterizada pela presença do endométrio (tecido que reveste o interior do útero) fora da cavidade uterina, seja nos ovários, trompas, intestino, bexiga. Pode se manifestar com quadros de cólicas muito intensas, dores nas costas e pernas, intestino preso, dores durante a relação sexual e dificuldade para engravidar (essas são as principais queixas). Na maioria das vezes a doença progride rapidamente.

As causas ainda não estão bem estabelecidas, uma das hipóteses é a menstruação retrógrada, que acontece quando o sangue menstrual, ao invés de sair do útero pela vagina, segue em direção às trompas e cavidade pélvica, espalhando-se em outros órgãos. Outra hipótese é que a causa seja genética e esteja relacionada com possíveis deficiências do sistema imunológico.

A alimentação possui extrema importância pois pode influenciar no surgimento e na progressão da Endometriose. Dessa forma, uma alimentação anti- inflamatória, antioxidante ajuda a reduzir a dor, inflamação e a controlar o crescimento das células
endometriais, auxiliando no tratamento da Endometriose.

O QUE DEVE SER EVITADO NA ENDOMETRIOSE?
1. Alimentos inflamatórios: industrializados em geral (pizza, hambúrguer, frituras, salgadinhos, refrigerantes…);
2. Alimentos embutidos (salsicha, presunto, salame, mortadela, peito de peru…)
3. Temperos prontos;
4. Doces e açúcares;
5. Alimentos com farinha branca;
6. Diminuição do glúten;
7. Carne vermelha;
8. Bebidas alcóolicas;
9. Cafeína.

O QUE PREFERIR?
1. A alimentação deve ser o mais natural possível, com alimentos que a natureza nos proporciona (batatas, arroz, mandioca, frutas, verduras, legumes…);
2. Incluir no mínimo 3 diferentes frutas ao dia;
3. Incluir dois ou mais tipos de verduras e legumes no almoço e no jantar, metade do prato sempre!!
4. Temperos anti-inflamatórios como o açafrão e outros temperos naturais (orégano, páprica, pimenta do reino, alho, cebola, salsinha, cebolinha…);
5. Alimentos fonte de vitamina C (laranja, abacaxi, limão, morangos…);
6. Frutas vermelhas;
7. Fibras: aveia, chia, linhaça;
8. Ômega 3;

Thuany Cristina
NUTRICIONISTA
CRN8 13355
instagram.com/nutri.thuany/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *