O “Dr Google” e a Ortodontia

Este foi o título de um artigo publicado recentemente em uma revista de Ortodontia nacional. O autor chama a atenção para o fato de que, as pessoas estão cada vez mais, procurando informações a respeito dos seus problemas, no google. Muitas vezes, as informações não são coerentes com a realidade. Porém eu me faço a seguinte pergunta: Onde o google procura as informações para serem vinculadas. Como podemos ter as respostas corretas, se entre os profissionais não há consenso sobre vários temas? Será que o “Dr Google está na maior parte do tempo errado mesmo? como aponta o próprio autor, ao dizer que estudos comprovam que apenas um terço dos relatos estão corretos.

Basta ver o que vem acontecendo, neste momento de pandemia do covid. Apesar de ser algo com muitas controvérsias, já existem estudos comprovando, que o protocolo com antivirais, antibióticos e outros tantos medicamentos, que devem ser administrados nas fases corretas e com acompanhamento médico, quando indicados no tempo e na dose certa, vem salvando vidas. Mesmo assim, muitos médicos não fazem uso da medicação, por não acreditarem no efeito benéfico, baseados em observações de algumas pessoas que fizeram uso inadvertido destes medicamentos, sem a dose correta e que tiveram problemas, estudos conduzidos de forma incorreta, em relatos equivocados de algumas instituições e a politização do problema, o que dificulta gerar veracidade nos fatos, além das “fake news”. Não estou postulando o que é certo e o que é errado, apenas estou chamando a atenção para um fato de interpretações diferentes entre profissionais que deveriam ter o mesmo pensamento e a mesma conduta, para tratar uma única doença.

Todas as profissões tem suas divergências, e não é diferente na Ortodontia. Se 2/3 dos profissionais estão vinculando informações incorretas no google, então temos que pensar que há alguma coisa errada em nosso ensino.

Tenho convicção plena, que no futuro, o “Dr Google”, ou suas variantes serão uma fonte segura de informações, com a possibilidade de salvar muitas vidas. Por que, apesar da experiência, que um ser humano pode acumular durante anos de estudo, nenhum humano guarda e acessa dados tão facilmente como uma máquina. Talvez o “ Dr Google” esteja apenas repassando o que acontece na realidade de muitas profissões. Muitas controvérsias. Pensemos a respeito.

André Zambonato
Mestre em Ortodontia
www.andrezambonato.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.