Nutrição e Dieta – Aliado 2

Seguindo a sequência de três aliados indispensáveis nos rendimentos dos treinos, não necessariamente na ordem das suas significâncias; hoje eu trago o “Aliado 2”.

                – “Sigo a dieta da blogueira!”

                – “Meu amigo passou a dieta dele” Etc.

Com certeza essas e inúmeras outras frases você já ouviu; se tratando de alimentação, bem como; as milagrosas dietas da sopa, das folhas, dos grãos e até da lua.

Verificamos que o acesso a muitas informações, também traz um retrocesso se tratando de saúde. Nem sempre o remédio para tosse que um paciente ingere, dará resultado para seu caso clínico de tosse por exemplo. Nem sempre treinar em jejum (AEJ), é o ideal para todas as pessoas.

Porém se tratando de dieta e treinos, nessa última década; as pessoas parecem que ficaram cegas e a busca pelo corpo idealizado por elas precisa chegar a qualquer custo.

Vou relatar aqui um caso de uma cliente (M), que veio me procurar para iniciar os treinos, ela tinha visto depois de 8 meses uma aluna minha (V); que já estava treinando em nível avançado. A cliente (M) me disse na avaliação que queria ficar igual a (V). Então respondi:

– “A aluna (V) treina 5 dias por semana e você (M) vai treinar 2 vezes, então se contarmos que um ano tem 52 semanas e treinaremos efetivamente 40 mais ou menos, tirando faltas, feriados etc; você deve entender que a aluna (V) fará 200 treinos em um ano, enquanto você (M) 80 treinos. Por isso, primeiro você (M) não treinará a mesma quantidade que ela (V) e nem tão pouco seu biotipo é igual ao dela.”

Vejam bem, se a quantidade de treinos, variabilidade de treinos e o nível de treino, biotipo (somatotipo) abordado na matéria passada, influenciam nos resultados, quanto mais a alimentação. Pela minha experiência na área ouso afirmar que a dieta é 60 a 70% fator preponderante, para onde se quer chegar.

Por isso essa cópia de dieta, além de ser antiética é de grande risco para a saúde a curto, médio e longo prazo.

Acho engraçado que uma pessoa procura o profissional certo para suas necessidades, pois nunca vi ninguém contratar um mecânico para pintar sua casa ou levar um pneu furado para consertar em uma padaria. Parece ridículo ler isso, mas ridículo mesmo é a pessoa em pleno século 21 achar que dietas são todas iguais ou não influenciam nos resultados.

Estou falando muito mais que alimentação errônea, estou falando sobre orientação correta e estilo de vida alimentar e saudável.

Outro fato importante a se relatar é a suplementação. Aliada indispensável para potencializar seus ganhos, contudo; essa deve ser mais do que nunca ajustada a sua ingesta alimentar, a fim de, não sobrecarregar nenhum órgão ou até mesmo ser apenas um gasto a mais, pois dentro da sua dieta você já consegue bater os micros, macros nutrientes, índice de proteínas etc., que seus objetivos necessitam.

                – “Não preciso de nutricionista para suplementar!”

Eu já ouvi várias dessas frases e respondo com perguntas simples:

                – “Quantas gramas de creatina são necessárias para seus objetivos de treino?”

                – “Você sabia que é importante fazer SATURAÇÃO de creatina quando se começa a ingerir esse suplemento?”

Duas perguntas básicas, mas que a grande maioria descarta por achar “gasto de dinheiro” a consulta com o profissional de nutrição e suplementar por conta própria. Isso sim é gastar dinheiro à toa.

Qual é o nível ou taxa da sua testosterona, vitamina D, B, C, colesterol, creatinina, ferro, zinco entre outros?

Se a resposta é não sei; é só mais um alerta para entender que sua dieta tem que estar de acordo com seus déficits ou superávits, a partir dos exames de sangue e outros requeridos pelos profissionais de nutrição, pois com base nesses resultados dos exames, é que eles montarão um plano alimentar de encontro as suas necessidades e objetivos.  

Mudemos o quanto antes nossa cabeça e entendamos logo que o processo não é treino pesado, descanso e alimentação (suplementação) e sim primeiro a dieta, segundo e terceiro o treino e o descanso, que levarão aos resultados.

Pense que um aluno passa comigo uma hora no treino e as outras em casa, eu só posso ajudar aqueles que me ajudam, porque na verdade você não pode mentir para si mesmo, pois o que você come escondido, aparece em público.

Faça um teste, priorize e foque na dieta três meses e depois veja neste período se os resultados não serão muito mais satisfatórios, pois não estou falando de estética que é consequência neste processo, estou falando de qualidade de vida, saúde e longevidade.

Agende uma consulta com um profissional de nutrição qualificado o quanto antes e mude seus hábitos; pois mais do que ninguém, eu quero ver você bem, feliz e saudável. Espero ter ajudado, bons treinos, respeite seus limites e nunca treine sem a orientação de um profissional.

Josué da Costa Gama
PERSONAL TRAINER
CREF 022183-G / PR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *