Você sabia que o DIAFRAGMA influência no funcionamento dos seus órgãos?

Isso mesmo!! A função visceral está intimamente ligada com a mobilidade e motilidade da víscera. Um diafragma normotônico influencia positivamente nestes dois aspectos contribuindo para a função ótima do órgão.

O peritônio, membrana serosa que reveste as paredes da cavidade abdominal e envolve os órgãos abdominais e pélvicos, está inserido no centro tendíneo do diafragma. Sendo assim, durante a aspiração diafragmática (o famoso vácuo abdominal do LPF) além da mobilização da fáscia do diafragma, ocorre também a mobilização dos órgãos peritoniais. Além disso, o movimento do diafragma funciona como um “motor “, estimulando o peristaltismo e, portanto, o bom funcionamento do intestino.

Além do mais, com expirações longas estimulamos o nervo vago, responsável pela liberação de líquidos digestivos.

A musculatura diafragmática que está em volta ao hiato esofágico funciona como uma válvula, liberando a passagem do alimento do esôfago para o estômago e também impedindo-o que retorne ao esôfago. Quando temos um diafragma hipertônico, este esfíncter pode se relaxar e parte do conteúdo gástrico retorna ao esôfago causando o que conhecemos como refluxo. Técnicas que mobilizam a fáscia do diafragma são excelentes estratégias para a regulação do tônus do diafragma auxiliando no tratamento da DRGE ( Doença do Refluxo Gastroesofágico).

Entenderam agora por quê precisamos liberar o diafragma?

https://www.instagram.com/lasanteslo/

Danieli Boza
FISIOTERAPEUTA
CREFITO 173793-F

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.